M

sexta-feira, novembro 14, 2014

VALE DE ACOR (A PORTA DA ESPERANÇA )




A bíblia nos conta que quando os israelitas entraram para possuir a cidade de Ai, na primeira investida eles perderam a batalha, e isso se deu devido à cobiça e a desobediência de um homem por nome de Acã que havia encontrado alguns objetos entre eles uma capa babilônica e os havia escondido em sua tenda Como resultado de tal atitude, Acã juntamente com sua família recebeu a morte por apedrejamento.

Então Josué e todo o Israel com ele tomaram Acã, filho de Zerá, e a prata, a capa e a cunha de ouro, e seus filhos e suas filhas, e seus bois, jumentos e ovelhas, e a sua tenda, e tudo quanto tinha, e levaram-nos ao vale de Acor. E disse Josué: Por que nos perturbaste? hoje o Senhor te perturbará a ti: E todo o Israel o apedrejou; queimaram-nos no fogo, e os apedrejaram: E levantaram sobre ele um grande montão de pedras, que permanece até o dia de hoje. E o Senhor se apartou do ardor da sua ira. Por isso se chama aquele lugar até hoje o vale de Acor. Josué 7;24-26.

 

Porém amados, o nosso Deus é riquíssimo em misericórdia, em Romanos 5;20b  diz: “mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça”. E embora este lugar ficasse marcado dai por diante pela rebeldia, dor e perturbação. Deus escolhe este lugar como um lugar de benção, de cura, um lugar de reconciliação e como não dizer: “como uma porta de esperança”. Vejamos a confirmação disto em Oséias 2;14,15 e 16: “Portanto, eis que eu a atrairei, e a levarei para o deserto, e lhe falarei ao coração. E lhe darei as suas vinhas dali, e o vale de Acor, por porta de esperança; e ali cantará, como nos dias de sua mocidade, e como no dia em que subiu da terra do Egito. E naquele dia, diz o Senhor, tu me chamarás: Meu marido; e não mais me chamarás: Meu senhor”.

Neste senário de Oséias vemos a nação israelita (a esposa amada) se prostituindo com os seus amantes, porém, Deus (o verdadeiro esposo) com muito amor e zelo pela a sua amada, a leva para um lugar de restauração e este lugar não é outro senão  o vale de Acor. Deus não só mudaria ali a sorte da nação Israelita como também o próprio vale, ao invés de perturbação agora haveria ali consolação, ou seja em Acor  haverá esperança para os que ali chegassem.



O que na realidade estas duas referencias falam para nós, é que: se em algum momento da nossa vida por alguém motivo nós colocarmos tudo a perder, ou acabamos com tudo aquilo que era nosso ou que Deus tinha para nós. Talvez, ainda haja esperança para nós se nós nos voltarmos para Deus, Ele mudará a nossa sorte e nos fará entrar por uma porta de esperança.