M

segunda-feira, abril 22, 2013

COMO CANTAREMOS A CANÇÃO DO SENHOR EM TERRA ESTRANHA?





SALMOS 137; 1-4.


Junto dos rios de babilônia, ali nos assentamos e choramos, quando nos lembramos de sião.sobre os salgueiros que há no meio dela, penduramos as nossas harpas. pois lá aqueles que nos levaram cativos nos pediam uma canção; e os que nos destruíram, que os alegrássemos, dizendo: cantai-nos uma das canções de Sião. como cantaremos a canção do senhor em terra estranha?



Esta passagem da bíblia fala de um momento de reflexão de  povo 

de Deus, quando foram tirados do seu lugar de origem e lavados 

para a babilônia, terra dos seus opositores, Nesta terra eles 

conheceram o poder do inimigo, viram as suas maravilhas. 
 
Ficaram tão perplexos que lançaram mão do instrumento símbolo


de sua  alegria deixando pendurado nos salgueiros.Todavia, 

queridos, o  amor de Deus é imenso para conosco, , Ele nos deu 

liberdade para que o servimos ou para o deixarmos de lado. 

Somos nós quem decidimos o nosso caminho a bíblia diz  “Há um 

caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os 

caminhos da morte”. Provérbios 14;12.


Porem, quando assim procedemos, quando nos esquecemos do 

nosso Deus da aliança que assumimos com Ele. Sofremos as 

consequências de tais atitudes, o mal vem sobre nós. A palavra de 

Deus nos adverte a esse respeito em Provérbios 26;2, quando diz:  

“Como ao pássaro o vaguear, como à andorinha o voar, assim a 

maldição sem causa não virá”. Deus muitas vezes permite que o 

mal venha sobre nós, porém em alguns momentos esse mal tem um 

proposito; ele não vem para nos destruir, não é esta a intenção de   

Deus, muitas vezes o mal vem como instrumento de correção, vem 

no intuito de nos aproximar de Deus de nos fazer lembrar que não 

somos donos de nós mesmo. Que temos um Deus um Senhor que 

nos Ama; e se formos rebeldes Ele por seu muito amor nos 

corrigirá. Usará daquilo que for necessário para nos trazermos   

de volta a sua companhia, Ele é nosso pai e um pai amável age 

assim com seus filhos, vejamos : “sabes, pois, no teu coração que, 

como um homem castiga a seu filho, assim te castiga o senhor teu 

Deus”. Deuteronômio 8;5. E também :“Porque o Senhor corrige o

que ama, E açoita a qualquer que recebe por filho. Se suportais a 

correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem 

o pai não corrija” Hebreus 12;6 e 7.


 Portanto, queridos irmãos, devemos tomar muito cuidado para 

que em momento algum de nossa vida venhamos a nos 

esquecermos do nosso Deus, pois Ele é um Deus zeloso e tem 

ciúmes de nós, isto é o que nos diz em Tiago 4;5 : “Ou cuidais vós 

que em vão diz a Escritura: O Espírito que em nós habita tem 

ciúmes?”. Quando amamos uma pessoa  o nosso desejo é de 

sempre estarmos ao lado dela, a abraçando, beijando-a   e 

conversando com ela:; Deus também é assim Ele sempre deseja 

que estejamos do seu lado, para nos abraçar, nos beijar e 

conversar conosco. Temos uma aliança com Ele, temos um


 compromisso, não nos esqueçamos  pois,  deste compromisso.


 Se nos afastarmos de Deus, se sairmos da sua presença...“como 

cantaremos a canção do senhor em terra estranha”.